Porque escolher o Vodafone Safe Net Acess como solução de Cibersegurança?

Apesar de todos nós sermos um pouco de informáticos às vezes, esta é uma área tão vasta, em constante evolução e com termos tão complicados, que mais vale deixar esse conhecimento tão aprofundado para o seu informático de confiança.

Com a aplicação da lei RGPD e com o aumento recente de ataques de phishing  (tentativa fraudulenta de obter informações confidenciais como nomes de usuário, senhas e detalhes de cartão de crédito, por meio de disfarce de entidade confiável em uma comunicação eletrônica),  por muito que não se perceba sobre o assunto, começou a ser uma necessidade a que  temos de dar uma especial atenção.

Para isso vou tentar ajudar a perceber melhor o que este produto é e qual deve ser a base da sua escolha.

O primeiro ponto é nunca olhar para este tipo de produto pelo preço, pois apesar de este ser um  factor que pesa no momento da decisão final, para tomar a escolha mais acertada deve olhar também para o  Roi ( retorno sobre o investimento que é calculado para contabilizar o sucesso financeiro de um investimento. Ele pode servir como indicador para comparar vários tipos de investimentos.  (Lucro do projeto – investimento) /investimento) x100= ROI) para isso basta conseguir responder as umas simples questões:

🟥 Qual o impacto para o seu negócio se informação confidencial ficar comprometida, por um acesso desprotegido?

🟥 Quanto vale a informação que os seus colaboradores trocam com os clientes?

🟥 Como é que garante para si, e principalmente para os seus clientes, que todas as informações que adquiriu destes estão seguras?

🟥 Tem garantias que o seu sistema de CRM comunica a informação de forma segura entre os vários locais da empresa ou quando os seus funcionários estão em mobilidade?

🟥 E se conseguisse garantir largura de banda, que é alocada de forma automática, para que as aplicações críticas do seu negócio tenham prioridade?

🟥 Conhece quais são as aplicações que consomem mais largura de banda?

🟥 Qual é o impacto que estas não conformidades têm para o seu negócio?

Hoje em dia praticamente todas as empresas já acedem à informação interna (informação corporativa, gestão de stocks das várias lojas e armazém, sistema de faturação, CRM) com esta estrutura que deve ter várias garantias. Como por exemplo garantir que o seu sistema de CRM comunica a informação de forma rápida e segura entre os vários locais da empresa, mas também através dos tablets e smartphones dos seus funcionários, sem nunca se esquecer de também conceder largura de banda suficiente para que todas as outras aplicações importantes para o seu negócio estejam em funcionamento, pois só assim vai conseguir alavancar o mesmo.

E para isso não chega só a criação de uma rede privada virtual (VPN) entre os vários locais da empresa, que assegura a confidencialidade e integridade dos dados através da encriptação do tráfego. O ideal é que esta VPN assente na tecnologia SDWAN (  Tecnologia SD-WAN permite que a gestão da rede seja feita através de software, em vez de ser feita através dos vários equipamentos (hardware), resultando numa priorização inteligente e automática do tráfego da rede ) e que o  Portal seja baseado na cloud para conseguir analisar :

🟥   As aplicações utilizadas;

🟥   A largura de banda consumida;

🟥 O tráfego na sede e entre os diversos locais;

🟥   Os ataques maliciosos detetados e bloqueados;

🟥 Que os seus colaboradores possam ter mais flexibilidade para trabalhar a partir de qualquer lugar sempre de forma segura.

Mas para isto também é necessário:  

🟥 Firewall instalada em cada local que permite aplicar políticas de segurança que ajudam a prevenir os principais ataques cibernéticos;

🟥 Web filtering permite a filtragem de conteúdos, através do controlo de acesso a endereços web (URL) com conteúdo malicioso.

🟥 Proteção de intrusões assegura a prevenção proactiva e em tempo real de intrusões na rede.

🟥 Antimalware que permite uma proteção eficaz, não só contra os mais recentes vírus presentes na Internet, mas também contra ameaças mais sofisticadas.

É mesmo necessário tudo isto para criar uma VPN?

Depende sempre das necessidades de cada empresa e sem nunca esquecer do report do seu informático. Mas se quer melhorar a forma de trabalhar de toda a sua estrutura o ideal é ter.  

Existem vários tipos de VPN hoje em dia no mercado, desde as mais básicas, que por vezes acabam por trazer vários transtornos a nível de velocidade, e que por mais que tente não consegue bem entender o motivo de tantas dificuldade para conseguir aceder à sua informação, e as mais completas mas que não deixam de ter alguns problemas associados, muitas vezes por falta de configuração adequada à sua estrutura e onde pode ir acrescentando cada um dos pontos que referi acima através de módulos, até chegar à sua solução perfeita. Já sabe é que a cada nova necessidade que vai ter de fazer um novo investimento, não só a nível de produtos como a nível de instalação e configuração.

Mas também pode adquirir o Vodafone Safe Net Acess:

🟥 O  Vodafone Safe Net Acess é nada mais nada menos que um sistema de segurança que protege ponto a ponto ( VPN) a sua infraestrutura interna ( servidores ) e os acessos remotos de pc, tablet e telemóveis dos seus funcionários.

🟥 É um produto que é composto por uma VPN + segurança para locais + segurança para equipamentos + monitorização +  detetar, prevenir e bloquear potenciais ameaças a que podem estar sujeitos, e tem tudo na cloud. É um produto chave na mão com um  preço super competitivo.  

🟥 A maior vantagem deste produto é que como tem tudo num só operador, no caso de existir um potencial problema, deixa de existir o tal “ping pong” entre os técnicos informáticos e o operador de telecomunicações. Normalmente o operador certifica que a Internet  “trabalha bem”, os informáticos que “a VPN está OK”, mas por algum motivo a sua firma é a única que não consegue tirar partido do sistema que tem adjudicado e está a pagar largamente por isso.

🟥 Se está focado na diferença que isto pode fazer, produtividade e principalmente na segurança da sua firma e dos seus clientes, este é o produto ideal pois cumpre todos os requisitos sem mais investimentos, e toda a gestão pode ser feita pelo seu informático interno.  

Por isto tudo é que é importante calcular o impacto financeiro de ter este produto de segurança, adquirido por um valor único, ou outros que vai adquirindo através de modelos que precisam de outro tipo de gestão.

Só por curiosidade:
· Entre janeiro e abril os ataques de phishing sofreram um aumento de 25% face ao período de 2019.  
· A Kaspersky registou um aumento de 22,6% de ataques de malware móvel durante fevereiro e março do ano, sendo a plataforma Android a mais popular para os ataques.
· Os hackers estão cada vez a focar-se mais nas SMEs, porque usualmente são quem está menos preparado e tem menos barreiras de segurança em comparação com grandes organizações.


Sendo que estamos a falar de um assunto tão delicado que é a sua segurança e a segurança dos seus actuais e futuros clientes, mais vale prevenir que remediar.  

Não pense que acontece só aos outros.

Saiba mais sobre cibersegurança noutros artigos.

Deixe um comentário





×

Bom dia!

Clique numas das opções do WhatsApp ou envie-nos um email para suporte@brasfone.pt

×